Translate this page:

Salvador (2)


Voamos de Recife para Salvador, o nosso último destino na viagem que durou 23 dias em agosto de 2011. Nos hospedamos no B Hotel por 4 noites, que custou R$120/diária para dois com café da manhã. Este hotel fica no bairro de Amaralina, que é bem seguro, outros lugares bom de se hospedar são Rio Vermelho, Ondina e Praia da Barra. Evite ficar no Pelourinho, nos bairros em volta, pois mesmo de dias alguns lugares são bem perigosos, imagina a noite.




Taxi do aeroporto ao centro custa cerca de R$50 a R$70. Você pode pegar ônibus para circular pela cidade e para chegar do aeroporto ao seu hotel, mas para ir do hotel ao aeroporto, como sempre recomendo, pegue um taxi ou um traslado agendado previamente, para não ter problemas de última hora e acabar perdendo o vôo.




No primeiro dia fomos ao Pelourinho, parando priemiro no Mercado Municipal e em seguida pegando o elevador Lacerda, que conecta a cidade baixa a cidade alta, o Pelourinho.



Andamos pelas ruas, comemos acarajé, e visitamos muitas igrejas e conventos, em especial a Igreja de São Francisco, a mais impressionante que já vi, e a que mais gosto. E olha que eu já vi muitas! Ele data do sécuo XVII e demorou quase 100 anos para ficar completamente pronta. É claro que o que mais me encanta nela, além das maravilhosas obras e pinturas no estilo barroco, são as paredes folheadas a ouro. E você tem idéia de quanto ouro? pois é... originalmente foi usada uma tonelada de ouro! Só para pintar todos os detalhes nas paredes de dourado. É claro que muitas pessas já foram roubadas, e a Igreja diversas vezes vandalizada devido a sua riqueza.



De dentro da Igreja eu ouvi um barulho bem familiar... era o Olodum passando! Geralmente o ensaio pelas ruas é só as terças e quinta feiras, mas naquele dia, por sorte nossa, eles passavam devido a um evento cultural. Não só eles como todas os projetos culturais, se apresentavam num desfile.



E lá fomos nós atrás do Olodum, descendo o Pelourinho. No final do dia, já a noite, jantamos por lá mesmo, e retornamos ao hotel.



No dia seguinte fomos visitar o Forte da Barra e a praia da Barra, local famoso devido ao Carnaval de Salvador. É esta a praia que você não cansa de ver todo carnaval passando na televisão.




Em seguida fomos visitar a Igreja do Nosso Senhor do Bonfim. Deixamos um monte fitas pedindo de tudo! Você compra umas 10 ou 20 por R$1 ali mesmo.




Fizemos também um passeio com guia turístico para Praia do Forte onde tem uma base do Projeto Tamar, passando diversas outras praias. Veja no seu hotel os tours, que custará cerca de R$80/pessoa, mas não tenha medo de negociar! Fechei por R$50/pessoa.




Nem pense em alugar um carro pois vai sair mais caro do que você pensa... a polícia é um saco e você vai levar uma multa, além de que no tour você tem guia.
No último dia, a noite, fomos jantar no restaurante Yemanjá, que fica bem longe do centro, mas vale a viagem. Tome o drink batizado com o nome do restaurante com espumante Moet Chandon e Blue 


Coraçao, que custa R$30. Peça a típica muqueca de camarão para dois que vai custar uns R$80 com acompanhamentos.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...