Translate this page:

Pergamo

Suíte, Halic Park Hotel, Ayvalik
Nos hospedamos em Ayvalik e de lá fomos a Tróia e Pergamon. A distancia entre Ayvalik e Pergamo é de 60km, cerca de 1 hora de carro. O hotel em que nos hospedamos se chama Halic Park Hotel, e eu recomendo, o buffet é ótimo e as pessoas na recepção bem simpáticas e atenciosas, assim como os garçons do restaurante. Pegue as suítes do último andar que são as mais modernas e bem equipadas, e o valor médio da diária é de €90/noite para estes quartos e €60/dia para o mais barato, contudo pode ser mais barato do que isto.



Para ir de Bergama (cidade moderna atual) até Pergamo existe um teleférico, contudo as pessoas de lá não o apoiam, talvez porque algum político tenha tirado vantagem da obra. Então o meio recomendado é de taxi, que custa até menos que o tal teleférico. E por isto o grupo todo de 40 pessoas foram de taxi. Uma curiosidade sobre o grupo é que só tinha coroa! O mais jovem depois da gente era um senhor de 50 anos, e o mais velho devia ter 80 anos e aguentou as longas caminhadas, sobe e desce nas colinas em escadas em péssimas condições (vide foto abaixo), ou seja, qualquer um pode fazer este passeio sem medo, idade não é desculpa!

Teatro Helenístico (Hellenistic)
Da cidade que já foi capital do Reino de Pergamo, pouco restou, e deste pouco, parte dos edifícios que sobreviveram ao tempo foram transportados até Berlin, onde ficam expostos no Pergamonmuseum, o museu de arte mais visitado na Alemanha (+1mi de pessoas por ano).

Templo e biblioteca
Para fazer este passeio basta ter um guia explicativo e desbravar o local por conta própria.
Das ruínas, as que mais chamam a atenção são os pilares do templo de Trajan nas fotos acima e abaixo. Há também em Istanbul duas urnas em alabastro localizadas na Hagia Sophia. Elas foram transportadas de Pergamo a Istanbul por ordem do Sultão Murad III do Império Otamano.

Templo de Trajan
Pergamo também ficou famosa devido aos Pergaminhos, que eram fabricados através de couro de animais, em alternativa ao Papiro. Segundo nosso guia, a biblioteca de Pergamon era uma das mais completas do mundo e só perdia para a de Alexandria, no Egito, que produzia os Papiros que eram importados por Pergamo. Quando ficaram sabendo o volume de trabalhos da biblioteca de Pergamo, os egípcios boicotaram o fornecimento de Papiro a cidade, que como alternativa comçou a produzir o material para escrever obras. Pro ser originado em Pergamo, ou por ser produzido em larga escala nesta cidade, é que o couro para escrita ficou sendo chamado de Percaminho.

Biblioteca, teatro e templo
Acredita-se que a biblioteca de Pergamo continha mais de 200.000 exemplares. Tais exemplares foram dados como presente de casamento a Clopatra por Marco Antonio.
Na foto acima é possível ver os restos da biblioteca, e do anfitiatro com capacidade para mais de 10.000 pessoas, sendo o mais ingrime teatro do mundo antigo. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...