Translate this page:

Roteiros: europa

Muitas pessoas me perguntam sugestões de roteiros pela Europa, e ai vai a dica de alguns que eu fiz, e outros que pretendo fazer. 

Primeiro darei os roteiros mais longos, em seguida os curtos para quem tem apenas até 10 dias pela Europa e quer conhecer o básico. 
A maior parte dos trajetos foi feita de carro. Sobre como fazer o trajecto desta forma, veja aqui: Aluguel de Carro.

#1) Mega roteiro de 70 dias: 

Este é um roteiro longo para quem tem tempo e quer conhecer de tudo um pouco pela Europa. Exclui algumas cidades pequenas no caminho nas quais você pode parar. Ele deve ser feito de trem, navio ou avião… de carro somente se você for muito aventureiro e tiver muita grana. 

1º parada: Porto, 3 dias, trem; 
2º parada: Sintra, 1 dia, trem; 
3º parada: Lisboa, 3 dias avião; 
4º parada: Madird, 3 dias, avião; 
5º parada: Barcelona, 3 dias, avião ou navio; 
6º parada: Nice e Mônaco, 3 dias, trem; 
7º parada: Milão, 3 dias, trem; 
8º parada: Roma, 4 dias, trem; 
9º parada: Pisa & Florença, 3 dias, trem; 
10º parada: Veneza, 2 dias, navio; 
11º parada: Porec & Pula, 3 dias, trem; 
12º parada: Zagreb, 2 dias, trem; 
13º parada: Budapest, 2 dias, trem; 
14º parada: Viena, 3 dias, trem; 
15º parada: Praga, 3 dias, trem; 
16º parada: Dresden, 2 dias, trem; 
17º parada: Berlin, 4 dias, trem/avião; 
18º parada: Amsterdam, 4 dias, trem; 
19º parada: Bruxelas, 3 dias, trem; 
20º parada: Paris, 7 dias, trem; 
21º parada: Londres, 7 dias. 

Total de 7300km rodados, cerca de 70h viajando, uns 70 dias. Você pode adicionar e excluir destinos a gosto, assim como os dias em cada destino. É ideal para mochileiros, que já aprenderam a se virar, e estão indo pela primeira vez a Europa. 

#2) Roteiro de 20 dias: 

Sua viagem pode começar por Paris e terminar em Roma, ou vice-versa… ou assim como a minha começar e terminar em Paris! Este roteiro eu fiz durante o verão Europeu em julho para agosto de 2009. 

1º parada: Paris, 6 dias, avião (devido a distância e preço o trem não foi a melhor opção); 
2º parada: Nice, 2 dias, ônibus; 
3º parada: Mônaco, 1 dia, trem; 
4º parada: Milão, 3 dias, trem;
5º parada: Veneza, 2 dias, trem noturno; 
6º parada: Roma, 4 dias, e retorno de avião;
7º parada: Paris, 2 dias, e retorno de avião ao Brasil. 

Total de 2.100km rodados, umas 15h em trem e avião; 20 dias ao todo, cortando Milão foram uns 18 dias. Este roteiro pode ser modificado, adicionando Lyon, Marseille, Toulon, Cannes, Verona, Florence, e Pisa. 

#3) Roteiro de 20 dias: 

Muitos dos meus roteiros partem de Munique e terminam por lá, e este foi o primeiro. O trajeto foi feito em março de 2010, todo de carro, mas trem pode ser uma opção melhor se você não estiver preparado para gastar €10-30/dia em estacionamento.

1º parada: Munique, 4 dias, trem/carro;
2º parada: Praga, 3 dias, trem/carro; 
3º parada: Dresden, 1 dia, trem/carro. 
4º parada: Berlin, 4 dias, trem, carro ou avião; 
5º parada: Amsterdam, 3 dias, trem/carro; 
6º parada: Bruxelas, 2 dias, trem/carro; 
7º parada: Köln / Colônia, 2 dias, trem, carro ou avião; 
8º parada: Munique. 

Total de 2.372km rodados, cerca de 24h sobre 4 rodas, ou de trem… Foram uns 20 dias. 
Se sua basa for em Frankfurt, ou seja, saindo e voltando pra lá, você passará só 3 dias em Frankfurt, e terá menos tempo perdido na estrada, seriam 2.150km, cerca de 22h, e 18 dias. 

#4) Roteiro de 15-18 dias: 

Mais um saindo de Munique, desta vez pra cidades menos visitadas, e sobre 4 rodas novamente, mas todos os trajetos podem ser feitos de trem; durante o verão europeu, em julho para agosto de 2010. 

1º parada: Munique, 4 dias, de trem/carro; 
2º parada: Ljubljana, 1 dia, de trem/carro; 
3º parada: Zagreb, 2 dias, trem/carro; 
4º parada: Porec, 3 dias, trem/carro;
5º parada: Pula, 1 dia, Barco ou carro ou trem; 
6º parada: Veneza, 2 dias, trem/carro; 
7º parada: Lago Di Garda (Bardolino, Lazise, Garda, Sirmione), 5 dias, trem/carro; 
8º parada: Munique. 

Total de 1.800km rodados, cerca de 20h viajando, uns 18 dias. Você pode pular Ljubljana e ficar apenas 3 dias no Lado di Garda, o transformando em um roteiro de 15 dias. 

#5) Roteiro de 15-18 dias: 

Este eu não fiz, mas não deixo de sugerir para quem quer conhecer o básico em pouco tempo, e de preferência viaje de trem ou : 

1º parada: Londres, 4 dias, seguindo para Paris de trem, EuroStar; 
2º parada: Paris, 5 dias, trem; 
3º parada: Lille, 1 dias, trem; 
4º parada: Bruxelas, 2 ou 3 dias, trem; 
5º parada: Amsterdam, 3 dias, pegar um avião de volta; 
8º parada: Londres, 2 dias. 

Total de 1.400km rodados, cerca de 13h viajando, uns 17 dias. Você pode pular Lille, agora tendo 1.300km, cerca de 12h viajando, e uns 16 dias. 

#6) Roteiro de 11-15 dias: 

Este foi o último que eu fiz, o mais atual, saindo de Munique e voltando a mesma, de carro, contudo recomendo trem para quem não quer dirigir, ou não seja economicamente viável. 

1º parada: Munique, 3 dias; 
2º parada: Strasbourg, 1/2 dia; 
3º parada: Luxembourg, 1 dias; 
4º parada: Bruxelas, 2 dias; 
5º parada: Ghent, 1/2 dia; 
6º parada: Brugge, 1 dia; 
7º parada: Amsterdam, 2 dias; 
8º parada: Dusseldorf / Duisbourg (Lego Discovery Center), 1/2 dia; 
9º parada: Köln, 2 dias; 
10º parada: Frankfurt-Main, 2 dias. 

Total de 1.700km rodados, cerca de 19h viajando, uns 15 dias. Você pode pular Ghent e Brugge, além de Dusseldorf e Köln, você poderia voar de Amsterdam pra Frankfurt, assim seu trajeto teria 1.500km, cerca de 13h viajando, e uns 11 dias. 

#7) Roteiro de 10-13 dias: 

Este é um roteiro curto para quem quer conhecer Portugal indo pela costa. É possível fazê-lo de trem, ónibus, ou ainda de carro. 

1º parada: Porto, 3 dias, carro/trem; 
2º parada: Coimbra, 1 dia, carro/trem; 
3º parada: Fátima, 1/2 dia, carro/trem; 
4º parada: Sintra, 2 dias, carro/trem; 
5º parada: Lisboa, 3 dias, carro/trem; 
6º parada: Sagres, 1 dia, carro/trem; 
7º parada: Albufeira, 1 dia, carro/trem; 
8º parada: Faro, 2 dias, carro/trem; 

Total de 900km rodados, cerca de 10h viajando, uns 13 dias. Você pode parar por Lisboa, e curtir mais dias em cada cidade, rodando menos.

3 comentários:

Vinicius disse...

Olá novamente Luiza!
Obrigado pelos esclarecimentos sobre o intercâmbio no outro tópico, já fechei com a TES mesmo, era o orçamento correto.
Enfim, vou tomar a liberdade de perguntar coisas relativas à uma viagem que pretendo fazer após meu curso terminar. Acredito que você já tem uma grande experiência sobre mochilões, mas caso não for ''a sua área'', tudo bem... rsrs

1) Meu roteiro está até o momento definido da seguinte forma: Paris > Roma > Veneza > Pisa > Berlim > Amsterdam > Bruxelas.
Pesquisei bastante sobre conduções, e julguei a melhor sendo um EURAIL Pass para trens. Escolhi O Eurail Select (fica mais em conta, escolhendo apenas 4 países p/ se visitar). Não sei se você usou esse tipo de passagem, mas entrei em desespero ontem quando comecei a pesquisar mais a fundo. Vi que a maioria dos trechos que farei, mesmo com o passe em mãos, precisarei pagar novamente para reservar um assento, certo? Isso é necessário em trens noturnos e internacionais, ou seja, quase todos os meus trechos. Mas quando comecei, ontem, a simular as reservas, achei tudo muito complicado. Primeiro que não consigo fazer reservas no site em que comprei o passe; depois que descobri que não se pode fazer as reservas online por ser viagens internacionais: eu devo ligar para a empresa ou ir à estação de trem do país (impossível né); não se pode fazer as reservas em um único site ou telefone: devo ficar procurando qual companhia faz qual trecho, e ficar indo atrás de uma em uma para fazer as reservas. Na boa, fiquei com tanta dor de cabeça tentando entender essas reservas que to pensando em trocar os trens por avião... Você tem experiência com isso?? Poderia por favor me ajudar em como realizar essas reservas obrigatórias?? Meu mochilão ainda vai demorar bastante, é somente em setembro de 2012, mas comecei a planejar (tentar pelo menos) e simular essa parte ontem... E sei que se não resolver isso agora (pelo menos descobrir como fazer) vou me estressar até o dia que deixar pra fazer isso... E prefiro fazer isso aqui em casa, pré-planejar, do que deixar pra fazer já em londres, no intercâmbio. Será que consegui ser claro? Desculpa escrever muito, só tentei explicar ao máximo o problema...

2) Sobre Malas: Como nunca fiz um mochilão, inicialmente estava planejando ir com uma mochila normal nas costas, e mais uma mala daquelas de rodinhas mesmo (mas das pequenas, aquelas que se bobear até entra em avião). É uma mala que posso carregar na mão sem problemas em um trajeto estação de trem - albergue, por exemplo. Mas com sua experiência sobre mochilões, gostaria de saber: é uma boa escolha?? Porque eu não sei se é costume (e seguro) deixar essas malas de rodinhas em albergues, entendeu? Que nem a gente faz em hotel... Não sei se é legal em um mochilão ficar levando mala de rodinha (por mais que pequena) e deixando em albergue, depois ir buscar, e voltar pro trem, e etc... O ideal seria aquelas mochilas que a gente tá acostumado a ver próprias pra mochileiros?? Ou não se tem muito ´problema em viajar com outros tipos de mala? Essa é uma pergunta bem pessoal, mas como não sei de nada, gostaria da sua opinião... Pode até parecer uma pergunta bem idiota, mas eu realmente não tenho noção...

3) Última pergunta (desse post rsrs): e pode ser idiota também, mas lá vai: em albergues tem chuveiro?? E roupas de cama??
rsrs

Obrigado Lu!!! A primeira questão é a de maior importância, se puder me ajudar com isso, agradeço bastante...
Valeu!!

Vinicius.

Luiza disse...

Vinícius,
mil desculpas pela demora, mas eu nao recebi notificacao desde comentário no meu e-mail… nao sei o aconteceu.
Bem, respondendo na ordem:
1) Paris – Roma – PISA – VENEZA – Berlin – Amsterdam – Bruxelas.
Eu nunca comprei o passe por isto, sempre pego um roteiro pré-definido e compro as passagens de trem ou aviao de acordo com ele. O passé é pela flexibilidade, ou seja, voce pode ficar quanto tempo quiser na cidade até decider marcar o próximo trecho, e assim voce só paga a taxa de emissao do bilhete. Imagina se voce tivesse o bilhete já e quisesse alterar, teria de pagar taxa de alteracao, diferenca de tarifa entre os dias e tal, isto se fosse possível ter alteracao, por isto é que o passé é bom. Se voce tem roteiro definido nao é e sabe exatamente pra onde vai e quando, já nao é tao bom.
Eu te aconselho a entrar na comunidade dos Mochileiros no facebook pr aver melhor como usar o passé, mas aqui vai o que eu sei por ter lido e por isto que nao comprei: voce vai chegar em Londres (no seu caso) e lá reservar um assento pro dia X pra Paris, vai pagar uns €20 eu acho pra agendar/emitir o bilhete; já em Paris voce vai agendar o trecho pra Roma (Paris pra Roma é melhor aviao) e por ai vai. Voce pode fazer isto na estacao ou por telefone. Para pesquisar o trem que voce quer voce vai no site da EuroRail e simula a compra do trecho, lá mostra todas as empresas que fazem o trajeto e voce vai saber em qual voce tem de agendar. É meio complicado mesmo.
Só que voce terá um outro problema: nao dá pra agendar com mais de 3 meses de antecedencia, entao só pra maio que voce vai poder ver os trechos.

2) Em trem voce pode carregar o que quiser, nao tem limite de bagagem, mas acho que o fiscal pode implicar em algumas situacoes. Sem falar que acomodá-las no trem pode ser um desafio dependendo da lotacao. O problema de ter malas de rodinha e tal e sair perdido por ai, é voce parar na estacao, tirar o olho da mala por um segundo pra olhar o passarinho, e já era... alguem leva. Em Paris e Roma, acredite que isto é muito provável de acontecer, entao sempre segure sua mala e fique atento. Eu nao faco o estilo mochileira, entao vou com minha mala de rodinha mesmo, e uma mochila normal nas costas com coisas que preciso ter em maos, e por isto posso dizer que um mochilao nas costas é muito mais prático, até porque voce vai precisar correr atras de trem, subir e descer escadas, arrastar as rodinhas pela cidade em busca do hotel, entao a mochilona é mais prática.

3) eu tenho horror de albergues, pq tem chuveiros e roupas de cama nos piores estados de conservacao que vc pode imaginar. Os albergues que sao bons, e sao como um hotel, com chuveiros compartilhados mas limpos, e roupa de cama branquinha e linda, custam tanto quanto um hotel, pra mais de €20 por noite, e voce encontra hotéis 2 estrelas por este preco pesquisando bastante. Contudo, pra quem é jovem e viaja sozinho nada é melhor do que um albergue, pois voce faz amizades e pela localizacao e nivel de conforto vc pode ter uma experiencia 5 estrelas com quartos compartilhados. Os albergues na Europa sao muito bons, busque criticas, fotos e localizacao, veja o melhor custo beneficio e vá sem medo. Muitos cobram aluguel de toalha, mas o resto tá incluso.

Sobre a primeira questao novamente: alguns trechos sao melhores de aviao outros de trem, basta comparar preco e tempo, lembrando que de aviao é necessario gastar dinheiro e tempo com transporte entre cidade e aeroporto, já trem nao.

Bjs,
Lu.

Cristina Marinho disse...

Parabéns pelo seu blog! Preciosas dicas! Adoro compartilhar dicas, assim como você.
Fiz um vídeo de como montar uma mala de viagem para um roteiro e época próxima a que recomenda (10 dias de viagem pela Europa em clima de outono). O Link é este:
Parte 1
http://www.youtube.com/watch?v=i_zmrWKRXGI
e Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=b2pP1ZrOX40
Espero que ajude seus passageiros!
Cristina Marinho

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...