Translate this page:

Sirmione

Voltei para terminar o post.


Sirmione é uma bela e pequena cidade localizada em um península no Lago Di Garda, o maior da Itália.
Eu amei passar por Bardolino, Lasize, Garda e Sirmione. Principalmente Sirmione! A cidade é muito charmosa, tudo muito bem conservado, e com um estilo ainda meio medieval.




Para chegar a península pegamos um barco em Bardolino, paramos em Lazise, e seguimos para Sirmione. Para fazer este trajeto saimos de manhã cedo (umas 8h) e pegamos o primeiro barco, assim tivemos tempo para ver Lazise e Sirmione no mesmo dia, e pegamos o último barco de volta a Bardolino a tarde, por volta das 18h.


Para andar de barco pelo lago basta se dirigir a Marina da cidade e se informar quais tickets se adequam ao que você quer. Existem passes diários, com número de viagens ilimitadas, que cobrem todo o lago por € 26,40 ou € 21,50 por pessoa, dependendo da tarifa. Crianças pagam apenas €13,50 para todo o lago.
Outros passes que incluem apenas uma região custam entre €18,00 e €15,80.
Se você tem um destino certo e não pretende usar e abusar dos barcos, compre o ticket para o seu destino especifico, pode acabar saindo bem mais barato. Veja as tarifas entre as cidades aqui:
http://www.navigazionelaghi.it/file/PDF_vari/tariffe%20garda%202011%20eng.pdf
Este é o site dos serviços de barco, tem até cruzeiros e excursões por bons preços:
http://www.navigazionelaghi.it





A cidade já é uma atração, com sua arquitetura e lindas ruelas, mas há monumentos para serem vistos, e vão tomar pouco tempo, então não deixe de ir.
As principais atrações são o Castelo, as Igrejas Santa Maria e de São Petro, as ruínas da Vila Romana, e as Termas.

O Castello Scaligero, do século XIII, é um castelo medieval fortificado construído para defender a cidade. Sua torre mais alta tem 47 metros de altura, e encontra-se cercado pelas águas do lago. A entrada custa cerca de €7 (não lembro ao certo), e para pegar desconto de estudante é necessário ter menos de 25 anos e matriculado em instituição de ensino européia. Foi a única vez que não aceitaram minha carteira internacional de estudante da SPE, mas como sou super mão-de-vaca, chorei e insisti, e peguei o desconto! Salvei uns €3, já deu pra comprar um sorvete! Na verdade insisti porque achei injusto não darem desconto pra estudantes estrangeiros.
Do topo da torre, você terá uma bela vista da cidade e do Lago di Garda, então tenha disposição e encare os degraus para ver a bela paisagem.




Agora vou citar as atrações que não visitei, porque perdi muito tempo no castelo e andando pela cidade. Recorri ao Google para trazer maiores informações já que não estive nestes lugares.
Dica: fique pelo menos 2 dias e uma noite em Sirmione para ver tudo!

A Igreja Santa Maria Maggiore, data do século XV, é pequena e aparentemente simples, mas foi construída sobre ruinas romanas, e possui uma coluna da época. O altar é de mármore e data do século XVIII.




A Igreja de San Pietro in Mavino, data do século VIII, e foi construída sobre um templo Romano! Esta deve ser imperdível, cheia de oliverias ao seu redor, e com pinturas do século XII.

Grotte di Catullo, é uma vila romana... ao menos o que sobrou dela, localizada no topo de uma das três colinas da cidade, e é um o mais importante sítio arqueológico do norte da Itália.




Os romanos descobriram que a água quente que nasce do fundo do Lago Di Garda tem poderes de cura, e construiram canais que chegam a correr até 18 metros abaixo da superfície, chegando a Terme di Catullo, descoberta apenas no século XIX. A água que vem de montonhas a 2000m e correm a mais de 2000 abaixo da terra, chega rica em minerias, iodo, bromo, enxofre e é hipotérmica; é aquecida e usada no tratamento de doenças de pele, doenças respiratórias, e reumatismo.



No centro histórico da cidade você encontra bons restaurantes, e pode sentar na grama enquanto espera pela sua embarcação de volta.

Cião!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...