Translate this page:

Zagreb

Acima você pode ver um video de Zagreb, em frente a Glavni Kolodvor, em Tomislav Trg, o hotel que você verá é o Regent Esplanade.
Fui para Zagreb não só porque ficava no caminho para Porec, mas também por ter visto o Bruno de Luca fazer uma boa propaganda em seu programa deste lugar. E que lugar!
A cidade é linda, e diferente das outras já visitadas.

Chegamos cedo ao hotel Westin, um cinco estrelas bem em conta no centro, eu recomendo.
Além de quartos extremamente confortáveis, você ainda pode usufruir da área do SPA, onde você encontra o fitness center, piscina aquecida, saunas, Jacuzzi e muito mais.
Deixamos o hotel já pela tarde, e seguimos o mapa turístico sem ter idéia de pra onde iriamos, e ali do lado mesmo nos deparamos com o Museu Mimara. Este museus, no qual eu não entrei para não perder muito tempo, tem obras dos mais famosos pintores do mundo e data do século 19 (fonte: google).

Caminhamos mas um pouco e vimos o maravilhoso monumento de São Jorge matando o dragão, na Praça do Marechal Tito, Trg Maršala Tita. Esta é a maior praça de Zagreb e nela você encontra também o Poço da Vida, Zdenac života, além do Teatro Nacional da Croácia.

Este teatro comemora seus 115 anos em breve. A arquitetura é fantástica, e atrairá seus olhos por alguns minutos. Apesar da grandiosidade exterior, ele não comporta mais do que 800 pessoas em um concerto.

Continuamos nossa caminhada pela cidade para descobrir mais coisas com o mapinha turistico na mão, e fomos parar em Trg bana Jelačića, ou Praça Ban Jelačić (já conseguiu pronunciar?). Esta praça tem todas as lojas que você quiser encontrar. A praça é exclusiva para pedestres, mas alguns bondes circulam. Ela tem sua origem no século 17, e em seu centro há uma estátua de Josip Jelačić.

Deixando a praça e tomando uma das ruas de nome impronunciáveis, chegamos ao Mercado Dolac, mas aparentemente a festa já tinha acabado, pois tudo estava sendo recolhido. Este é famoso por ter frutos e vegetais típicos da região, além de diversos tipos de azeitona e ervas. Lá você também encontra peixes e queijos da região. Do Mercado dá para ver a Catedral de Zagreb, mas não cheguei a vê-la de perto.
Em seguida fomos almoçar, afinal já era hora e o estômago reclamava. Perguntamos aos simpáticos croátas onde comer, e eles até nos levaram ao local, coisa que nem mais brasileiro faz ultimamente. O almoço foi muito bom, o restaurante se chama: Restoran Korcula, tem culinária típica e peixes vindos do mar adriático. A parte mais divertida do almoço foi ver os garçons apostando qual era minha nacionalidade, e teve um que até pensou que eu era grega! Só que o premio ficou para o outro que acertou na lata: brasileira. Como não somos muitos por lá eles nos tratam bem em dobro, amam turistas e vindos de países exóticos fica mais interessante.

Após tomar um susto com a conta de 320 kunas, e respirar aliviada vendo que não passava de R$100 toda aquela comida pedida, seguimos andando. No caminho vimos o parque Zrinjevac, com lindas árvores, e fomos parar em Trg JJ Strossmayera, onde se encontra o Art Pavillon. Andamos pelo grama o Trg Kralja Tomislava, e tiramos uma foto com a estátua do primeiro rei da Croácia, Tomislav.
Retornamos ao hotel, e aproveitamos o máximo que pudemos antes de partir na manha seguinte em direção a Porec.

3 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...